magento2-logo
Hugo da Wishtech

Hugo da Wishtech

Co-fundador, viciado em Marketing e Tecnologia.

Magento 2 – Tudo o Que Você Precisa Saber sobre a Plataforma

Compartilhe

Magento 2 se apresenta como líder de mercado atingindo 40% das instalações de E-Commerce. Descubra tudo sobre porque Magento 2 lidera aqui!

É comum muitos empreendedores receberem uma recomendação do designer, do programador, do parceiro de trabalho ou de algum empreendedor do nicho para utilizar o Magento 2. Mas se você não conhecer o geral do Magento 2 e o porque que ele está no patamar que está, talvez acabe gerando prejuízos para sua empresa! Conhecer bem o Magento 2 pode ser a chave para tomar a decisão que você ainda não tomou.

Sem precisar olhar no código, aqui você descobrirá tudo que precisa saber sobre o Magento 2.

 

Se tanta gente recomenda, ele deve ser bom, correto?

Minha resposta seria um sim com aspas, sabe? Isso porque eu conheço o Magento 2 (S2 Raquel). Para você pode ainda ser um talvez e sei o quanto esse talvez pode doer e ser difícil de se tornar num sim ou mesmo num não. Os quesitos que vou te apresentar neste artigo são importantes ao ponto de definirem se vale à pena ou não utilizar o Magento 2. Ao final, depois de explicar tudo o que você precisa saber sobre o Magento 2, acredito que você estará pronto para decidir se vale à pena ou não estar com o Magento 2.

Não crescer é ruim, mas ter prejuízo é péssimo! E isso pode acontecer contigo!

Reforço que a escolha de sua plataforma de E-Commerce é tão importante que ela pode ser quem vai te impedir de crescer ou quem vai abrir todas as portas para o próximo nível do seu negócio. Se você puder pensar em um objetivo para este artigo, simplesmente pense no que você gostaria de saber para ter seu E-Commerce funcionando perfeitamente. Ahh, claro, se vier alguma dúvida, basta perguntar aqui pra mim, okay?

Ao Magento 2 e avante!

 

História do Magento 2

Reaproveitamos o óculos da primeira foto e colocamos em cima de um livro para representar “olhar a história”. Será que é o mesmo óculos mesmo?

Tenho certeza que 90% das pessoas que veem a palavra “história” pulam logo pro próximo capítulo. Vamos fazer um acordo então? Já que você não pulou, vamos fazer uma maldade com quem pulou. Viu o “S2 Raquel” lá em cima? A Raquel é a representação de nossa fofa (e brava!) plataforma que roda Magento 2. Ela automatiza e toma conta de todos os downsides que o Magento 2 tem. E aí vem o acordo e seu bônus por ler sobre a história: vou falar sobre a Raquel ao longo do texto, mas não vou explicar quem ela é.

Só saberá quem é Raquel quem vir ler sobre a história!

Okay, acredito que estou pegando um pouco da personalidade da Raquel. Se você não a conhece ainda, ela é a responsável pela Tecnologia da Amazon no seu E-Commerce. Bem, vamos à história, okay? A Raquel é a soma de esforços que vem acontecendo desde 2001 e ela tem 17 aninhos agora em 2018, tendo alcançado sua versão de Magento 2 no finalzinho do ano passado. Lá em 2001, tudo começou com

a Varien, uma empresa simples que fazia sites.

Com alguns anos de operação, o Roy Rubin e o Yoak Kutner notaram uma demanda enorme para o tipo de negócio que eles faziam com lojas virtuais. Porém, eles utilizavam uma plataforma que, educamente, podemos chamar de ruim. Isso porque a segurança era problema comum, a expansão e modularização era algo quase que inviável e isso os mantinha presos a poucos clientes. Então veio a ideia de expandir e eles decidiram utilizar o kernel do Zend Framework para criar uma plataforma inteiramente nova e solucionando os problemas que eles tinham. Desde o início o objetivo era que o Magento 2 não fosse funcional!

Percebe a falta de lógica nisso para quem não é programador? Isso acontece porque eles decidiram que a plataforma seria gigantesca, mas pagariam o custo dela ser complexa e precisar de suporte. Anos depois, em 2008, foi lançada a primeira versão para o público. De lá até aqui, houve um imenso período de ascensão seguido de uma certa estagnação em 2013. O Magento 1 foi pioneiro, porém, a falta de atualizações congruentes o acabaram deixando para trás da concorrência.

Foi então que o Magento 2 revolucionou assim como fez o 1.

O Magento 2 veio respondendo a demandas de mercado e inovações (em SEO e UX, em especial) que o fez ficar, novamente, à frente da concorrência. Em 2015, mesmo ano em que a eBay (que tinha comprado o Magento) anunciou o fim da parceria para que o Magento crescesse mais ainda, foi lançado o Magento 2. Hoje o Magento está nas mãos da Adobe e foi comprada por U$1,68 bilhões de dólares e sua taxa de crescimento e entrância do mercado apenas crescem.

Magento 2 é OpenSource

Isto é uma representação dos códigos pintados que existem por trás de sua instalação Magento 2. O óculos saiu de cena da foto.

 

É comum se perguntar “que djabo é OpenSource?!” quando não se é do campo da programação. Para quem é empresário e precisa escolher uma plataforma, saber o que é OpenSource pode ser o passo inicial para não ter dores de cabeças lá no futuro. Na comunidade de programadores, OpenSouce é visto sempre com bons olhos porque tem imensas possibilidades ao seu alcance.

“Eu sou de ninguém, eu sou de todo mundo e todo mundo me quer bem!”

A frase acima é comum da nossa Raquel, a nossa plataforma que roda Magento 2 e representa muito bem o que OpenSource significa. Basicamente, o funcionamento (código) principal é público. Mas, calma, segurança não é problema. Apenas significa que centenas de milhares de pessoas acessam, estudam, melhoraram e solicitam aperfeiçoamentos no código principal, de modo que a plataforma sempre se revolucione. Quanto à privacidade e segurança, não se preocupe. Apesar de a “planta do apartamento” do Magento 2 ser pública e melhorar o tempo todo, o que tem dentro do seu apartamento é totalmente privativo a você.

O problema no OpenSource é que você precisa mexer na source.

O Magento 2 é bom como é porque desde 2001, os criadores tinham a intenção de robustez (próximo tópico) e isso agrega uma questão: para ter uma plataforma rodando Magento 2 plenamente, você precisa ou saber mexer no código e personalizar e adaptar ao seu gosto ou ter alguém faça isso.

E é aqui que vem o maior problema para empresários!

Para rodar corretamente o Magento 2, é preciso alguém que cuide do suporte do código, atualizações, personalizações e tudo que você precisar. Porém, além de contratar um programador ser algo caro, normalmente ter alguém dedicado exclusivamente para sua empresa é criar um problema de gestão. Durante um feriado, por exemplo, quem responderá pela demanda excessiva da sua empresa caso o sistema precise de um upgrade imediato?

Ter knowledge sobre o Magento 2 e estabilizar a plataforma é crucial!

Para solucionar isso, nós temos a Raquel. A Raquel utiliza a base open source do Magento 2, adapta as devidas necessidades, estabiliza as correções em tempo real, ajusta a demanda e não faz café (mas faz cara feia :/ ). A Raquel é como uma equipe de programadores e suporte pronta para remover os problemas que o OpenSource tem para quem quer resultados e não quer ver código nem pintado de ouro (e a maioria dos programas pinta os código mesmo, como você viu na imagem acima!).

 

Magento 2 é Robusto

Robustez como pedra do Magento 2. Definitivamente, este não é o mesmo óculos da imagem anterior.

Por favor, nunca chame a Raquel de gorda!

Robustez é diferente de gordura. Robustez, na programação, é usualmente utilizado para denotar sistemas que suportam uma grande carga de utilização ao mesmo tempo que resistem a quedas e indisponibilidades. Normalmente, robustez e escalabilidade andam juntas. A resiliência de um sistema, que é a capacidade de funcionar em vários servidores ao mesmo tempo, é um modo de aumentar a robustez.

22 pedidos por segundo por site suporta o Magento 2.

Isso é um índice de robustez. Sua plataforma Magento 2 pode existir em mais de um site ao mesmo tempo e cada um deles poderá atingir até 80.000 pedidos por hora. Preciso repetir sobre a resiliência do sistema. Lembra que falei sobre o OpenSource e precisar de suporte? Normalmente, quando contratamos um programador ou pequena equipe para lidar com nosso site e gerenciar nossa instalação Magento 2, lidamos com pouca estrutura e pouca resiliência.

O motivo disso são os altíssimos custos!

Por exemplo, pelo fato da Raquel ser especialista e ter um código personalizado único, ela consegue prover resiliência com um custo menor que você teria contratando um programador. A maleabilidade do sistema e adaptação para grandes eventos (como Black Friday) é um dos diferenciais também. Plataformas hospedadas em servidores limitados normalmente sofrem (falta carrinho de compras!) com quedas nesses períodos.

O Magento 2 suporta 500 mil produtos cadastrados.

Não sei nem o que falar sobre isso além de repetir que o eBay já foi o dono da empresa Magento Inc. Conhece o eBay? É aquele marketplace que tem alguns produtos cadastrados. Exatamente, esse mesmo! Cada produto possui suas diversas meta-informações, incluindo obviamente descrição, preço, SEOs da vida, imagem e outros mais.

 

Magento 2 é Maleável

“Be Water”, diria Bruce Lee sobre adaptar-se ao ambiente.

 

A questão da maleabilidade significa que você pode tomar o código OpenSource e fazer dele o que bem entender. A grande problemática aqui está no fato do código do Magento 2 não ser fácil de ser compreendido. Isso não deve te preocupar, afinal, os ninjas da Wishtech lidam com a maleabilidade da sua instalação Magento 2 e deixam apenas a facilidade contigo.

Maleabilidade pode ser vista no próximo tópico.

Integrações fazem parte dessa maleabilidade. Uma simples adição e, com algumas configurações, você consegue emitir notas fiscais ou gerenciar sua loja virtual de uma forma absurdamente facilitada.

 

Integrações (Correios, Marketplaces, Plugins)

Imagina que você quer ver algo longe. Utilizar uma lente poderosa acoplando às suas lentes atuais é como colocar uma integração no Magento 2.

 

O livros Rich Dad, Poor Dad, de Robert Kiyosaki e The Four Hour Workweek, de Tim Ferris tem algumas questões em comum que ficam rodeando a mente de empreendedores que querem aumentar o potencial e reduzir os gargalos que os prendem a antigos padrões. Terceirizar, por exemplo, é algo importante e necessário. Bem, na verdade não é sempre necessário, mas é assim que algumas pessoas acreditam.

O que custa mais? 1 funcionário CLT ou 1 Plugin?

Literalmente (sem exageros), sem usar de hipérboles (sem mentiras) e totalmente sem drama (ok, com drama, vai?), posso dizer que você pode usar as integrações do Magento 2 para poder não precisar contratar um novo funcionário CLT na sua empresa. Vou te falar abaixo de uma integração que fará o Robert Kiyosaki ficar louco.

 

Magento 2 e Integrações com Transportadoras

Frenet integrada com dezenas de transportadoras no Brasil!

Talvez você não saiba o que isso significa, mas vamos lá! Sabe aquele drama de cadastrar, mensurar, dramatizar, estressar, correr, pular, chorar de colocar as informações dos seus produtos para mandar para a transportadora? Esses passos desaparecem quando você utiliza a integração correta. Sabe aquela visita de duas horas nos Correios toda segunda ou terça feira? É comum que, conforme vendas aumentem, a gente acabe fazendo tudo num só dia para economizar tempo.

“Economizar tempo? Sabe de nada, inocente!”, já diria o filósofo.

A visita, ao invés das duas horas toda terça poderá levar alguns minutos por dia. E, como agora fica tudo mais simples, você talvez nem precise fazer. Vou te explicar porque. Com a integração, basta chegar na transportadora (ou o contrário) e o leitor de código de barras delas vai ler o código que você imprimiu e colou no produto. Todas as informações já contabilizadas e pode mandar no caminhão.

 

Marketplaces e o Mundo de Clientes!

Caso você não saiba, vou te explicar em duas palavras o que é um marketplace.

“Vitrine duzoto” ou “vitrine dos outros” em três palavras é um marketplace.

Basicamente, um marketplace é um local no qual seus produtos são colocados na vitrine deles em troca de uma pequena taxa. Você paga a taxa e ganha o mundo em clientes potenciais. O marketplace mais famoso é o da Amazon, onde varejistas podem montar sua base de produtos e divulgar na plataforma. O Magento 2 possui integração com diversos plugins que podem se conectar diretamente nos marketplaces mais famosos do Brasil, abrindo o leque de suas vendas a um novo patamar.

Extra, Walmart, Mercado Livre e Magazine Luiza são exemplos que podem interessar!

 

Outros Plugins

Integrações, extensões e plugins são modelos de expansão do seu E-Commerce utilizando o Magento 2. Você pode navegar pelas diversas opções disponíveis e integrar, em especial, com nossa solução para Magento 2, nossa chatinha e amada Raquel da Wishtech.

 

Amizade Colorida Com ERP (NF-e, DANFE, Estoque)

Integrar corretamente seu business plan com o Magento 2 pode ser a chave para seu próximo nível de evolução.

 

Ahhh, se você que tá lendo isso aqui trabalhou gerindo sua empresa no quesito financeiro, você sabe o quão doloroso e complexo é lidar com tantas notas fiscais, controle de estoque, pagamento de impostos, recolhimento e outros mil pesadelos que não tem nenhuma relação com o sucesso do seu negócio, mas são obrigações que estão intimamente ligadas com o fracasso do seu negócio caso você não as cumpra religiosamente.

Não precisa de estresse para fazer bem feito!

A importância desse tipo de integração, que vai do início do cadastro do produto no estoque até a saída e emissão da nota fiscal, é simplesmente essencial para um controle mais calmo, tranquilo e efetivo do seu negócio. Sabemos que “negócio automático” que se gere sozinho e gera renda para sempre não existe exatamente assim e que é preciso um bom gestor ao lado do E-Commerce para prosperar. O que o Magento 2 (Raquel) pode fazer por você é te dar o poder de focar no essencial e deixar o resto pro Magento 2.

O TinyERP é um dos exemplos que integram com nossa solução

 

 

Raquel Bonita e Poderosa (UX, Design e Machine Learning)

Design funcional, minimalista e que gera conversões.

 

A Raquel, nossa musa do Magento 2, simplesmente tem os mais modernos padrões de ergonomia aliados a um poderoso Machine Learning. Na prática, sabe o que isto significa para teu E-Commerce?

Conversão de desejos em cliques. E de cliques em vendas!

Hoje, a maior parte das plataformas de E-Commerce poderosas e robustas (E aí, @vtex!) simplesmente não estão no páreo para lidar com buniteza gráfica do Magento 2, como diria o matuto. Design adaptativo, fluido e focado em conversão é o que o Magento 2 tem a oferecer e dispara em relação à concorrência. Desde 2017, quando entrou na versão 2, ganhou a frente do mercado e continua a crescer mais rápido que as outras plataformas.

Um exemplo de buniteza por ser visto na loja Varejo.Digital

Um outro diferencial é o SEO Friendly do Magento 2. Ela incorpora as mais recentes práticas de SEO para auxiliar seus produtos a ranquear corretamente no Google. Uma foto e um preço podem ajudar o Google a te encontrar, mas meta-informações e descrições mais precisas podem amplificar muito mais teu ranqueamento. Por fim, o Machine Learning ajuda a tua loja virtual a sempre se adaptar ao perfil do teu cliente e entregar sempre o que ele precisa no momento que está propenso a aceitar.

 

Segurança e Velocidade do Magento 2

Magento 2 e seus seguranças virtuais.

 

Magento 2 garante a criptografia de suas transações e um Sitelock SSL.

Algo importante a ressaltar é a exposição pública e validada da sua empresa perante órgãos acreditadores. Algo que pode ser utilizado é ambos o selo do ReclameAqui e do eBit para garantir ao consumidor que sua loja é, realmente, confiável. Para o seu lado da segurança, os backups automatizados e redundantes garantem plena segurança fail-safe, ou seja, à prova de fails.

Frete do site dependendo da localização do cliente.

Se sua loja distribui produtos apenas de uma filial, então o frete partirá sempre desse local físico. Porém, seu site é diferente. Ele pode utilizar CDN, que são centros de distribuição que entregam o site na localização mais rápida para o cliente. Dessa forma, mesmo que haja alguma lentidão de comunicação no país, seu site será sempre entregue em velocidade otimizada para o cliente numa localização próxima dele.

 

Resumão do Artigão do Magentão 2zão

Magento 2 é sim complexo (muito, demais, super, uau, putz!), porém, apenas se você não tiver uma equipe preparada para lidar com ele. É por isso que no Brasil existem poucas empresas certificadas no Magento 2. Quando se remove as barreiras da complexidade, manutenção e suporte, sobra apenas o importante do Magento 2: suas facilidades, velocidade, escalabilidade e conforto para o empresário.

Raquel e Wishtech existem para te ajudar neste quesito.

Esteja você querendo trocar de plataforma, atualizar do Magento 1 ou mesmo querendo migrar sua atual hospedagem do Magento 2 (talvez por dor de cabeça) para uma empresa certificada e que te livre das dores de cabeça, então estamos um clique de distância de te ajudar com seu próximo passo.

Foi um prazer estar contigo, não esqueça de deixar um like… pera, isso não é Facebook! Enfim, deixa um comentário, compartilhe e conta pra gente como tem sido sua experiência até agora!

 

Compartilhe

Gostou? Compartilhe:

1
×
Olá! 🙋
Precisa de ajuda com E-commerce?
Fale com a gente no Whatsapp! 🚀